Fechar
Metadados

%0 Thesis
%4 sid.inpe.br/mtc-m18/2010/11.10.17.26
%2 sid.inpe.br/mtc-m18/2010/11.10.17.26.03
%A Campos, Claudia Guimarães Camargo,
%T Padrões climáticos atuais e futuros de temperatura do ar na Região Sul do Brasil e seus impactos nos cultivos de pêssego e de nectarina em Santa Catarina
%D 2011
%E Sansigolo, Clóvis Angeli (presidente),
%E Orsini, José Antonio Marengo (orientador),
%E Alvalá, Regina Célia dos Santos,
%E Tomasella, Javier,
%E Assad, Eduardo Delgado,
%E Caramori, Paulo Henrique,
%8 2010-11-16
%J Current and future air temperature climatic patterns in the South Region of Brazil: the impacts on peach and nectarine production in Santa Catarina
%I Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais
%C São José dos Campos
%K temperatura do ar, mudanças climáticas, agricultura, air temperature, climate change, agriculture.
%X Nos últimos 30 anos observaram-se alterações do clima em diferentes partes do globo, assim como seus impactos diretos em diferentes setores. No intuito de poder compreender melhor o clima presente e futuro em nível regional, foram abordados no presente estudo os principais padrões climáticos da temperatura do ar na região sul do Brasil, assim como seus extremos e os principais impactos destes para os cultivos de pêssego e de nectarina no Estado de Santa Catarina. As condições atuais de clima e solo desta região são adequadas às exigências bioclimáticas destas culturas, sobretudo o clima temperado; porém, o grande questionamento é saber como estas culturas, que possuem uma dependência ao frio, irão responder ao clima futuro. A presente análise foi realizada com base em valores diários de temperatura do ar de estações meteorológicas localizadas nos Estados do Paraná, de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, no período de 1961-2008. Adicionalmente, também foram tomados como base os dados diários projetados pelo modelo climático regional HadRM3P (2071-2100), para dois diferentes cenários de emissões de gases do efeito estufa: \textit{A2} e \textit{B2}. Em ambas as séries (observadas e projetadas), utilizou-se como referência o período normal climatológico, 1961-1990. Primeiramente, para uma maior confiabilidade nos dados, realizou-se uma detalhada análise de consistência nos valores diários das temperaturas máxima, média e mínima. Ao analisar os dados em nível anual, sazonal, mensal e por décadas, foi possível observar que as diferenças térmicas regionais são extremamente notáveis, marcadas pela extensão longitudinal, latitudinal e, principalmente, pelas peculiaridades que a Região Sul possui em relação às altitudes elevadas. Observou-se, na última década (2000-2008), um aumento da amplitude térmica, em decorrência ao aumento da temperatura máxima do ar. Ao averiguar as projeções de clima futuro geradas pelo modelo climático regional HadRM3P (2071-2100), para a Região Sul do Brasil, também observou-se um aumento expressivo da temperatura média do ar e das temperaturas extremas, máxima e mínima, com destaque para a temperatura máxima do ar. Em todas as análises, anual, sazonal e mensal, o aquecimento decorrente do cenário A2 é mais drástico, conforme esperado, com um aumento de até 5,8°C na Primavera. Observam-se claramente os diferentes aumentos na temperatura do ar mensal, gerados em função dos cenários A2 e B2, com destaque o aquecimento projetado para o mês de setembro. O efeito deste aquecimento foi perceptivelmente impactante para os cultivos de pêssego e de nectarina. Por um lado, é positiva a diminuição do risco de geada, por outro lado, em ambos os cenários (A2 e B2),é evidente a disponibilidade menor de horas de frio, restritas às localidades mais altas, o que forçosamente responderá uma redução de áreas aptas ao plantio do pêssego e da nectarina. ABSTRACT: Over the years, climate changes and their direct impacts were observed in different parts of the globe. The present study considers the main air temperature patterns, including their extreme values, in Southern Brazil and assesses their impacts on peach and nectarine production. The analysis is based on daily air temperatures recorded at weather stations distributed throughout Parana, Santa Catarina and Rio Grande do Sul States during the 1961-2008 period. Additionally, daily temperatures were projected through the use of the regional climate model HadRM3P (2071-2100) under two different scenarios of greenhouse gases emissions, namely A2 and B2. In both series (observed and projected), a standard climatologically period (1961-1990) was used as a reference. As a first step, detailed analysis of consistency on the daily temperature values of maximum, medium and minimum was carried out. Data analysis at decade, annual, seasonal and monthly levels indicated that regional temperature differences are very noticeable, marked by the longitudinal and latitudinal extension and especially by the highlands peculiarities present in the Southern Region. Over the last decade (2000-2008), a rise in the air temperature range due to the increase in maximum air temperatures was observed. Moreover, climate projections in Southern Brazil generated by the climate model HadRM3P (2071-2100) indicate a significant increase in mean air temperature, as well as for the extreme maximum and minimum temperatures, and most remarkably for the maximum air temperature. As expected, the A2 scenario presented a more significant warming in the annual, seasonal and monthly analysis, with an increase up to 5.8 degrees in air temperature during the spring. There were clear different patterns in the monthly air temperature increments generated by the scenarios A2 and B2, especially when the warming projected for the month of September is compared. The effect of this warming increment has significant impacts on peach and nectarine production. In fact, in the one hand, there is a positive impact due the decrease of frost risk. On the other hand, however, both scenarios (A2 and B2), present a clear reduction of chilling hours, which remain restricted to regions in higher locations. This pattern will forcefully lead to a reduction of areas suitable for planting peach and nectarine in the South Region of Brazil.
%P 189
%@language pt
%9 Tese (Doutorado em Meteorologia)
%3 publicacao.pdf


Fechar