Close
Metadata

%0 Report
%4 sid.inpe.br/mtc-m18@80/2008/07.11.19.24
%2 sid.inpe.br/mtc-m18@80/2008/07.11.19.24.10
%@ INPE-15318-RPE/818
%A Valeriano, Márcio de Morisson,
%@affiliation Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
%@electronicmailaddress valerian@dsr.inpe.br
%T Topodata: guia para utilização de dados geomorfológicos locais
%D 2008
%I Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais
%C São José dos Campos
%K x.
%X Este documento tem como objetivo orientar os usuários dos produtos gerados na iniciativa TOPODATA, que oferece livre acesso a variáveis geomorfométricas locais derivadas de dados SRTM (Shuttle Radar Topographic Mission) para todo o território nacional. Estes dados foram refinados da resolução espacial original de 3 arco-segundos (~90m) para 1 arco-segundo (~30m) por krigagem. Em seguida, foram aplicados algoritmos de análise geomorfométrica sobre os dados refinados para o cálculo das variáveis declividade, orientação de vertentes, curvatura horizontal e curvatura vertical. Além dessas variáveis, uma derivação de segundo grau foi aplicada para evidenciação de talvegues e divisores de água, cujos resultados foram combinados à orientação de vertentes para favorecer a interpretação das feições de drenagem e caracterização de sua estrutura. As variáveis geomorfométicas foram ainda classificadas para a geração de mapas nãonuméricos, tais como as classes de declividade consagradas pela pesquisa agronômica (classes EMBRAPA, por exemplo), as curvaturas em convexo/planar/côncavo, bem como possíveis formas de vertentes, entre outras representações qualitativas. O uso apropriado destes resultados requer o conhecimento de aspectos prévios à sua obtenção, como as características dos dados e suas relações com propriedades do terreno, além dos conceitos e métodos envolvidos nas derivações e, por fim, formas adequadas de representação. ABSTRACT - This document was designed to guide users of TOPODATA products, a project which offers free access to local geomorphometric variables derived from SRTM (Shuttle Radar Topographic Mission) data, throughout the entire Brazilian territory. SRTM data was refined from the original resolution of 3 arcseconds (~90m) to 1 arc-second (~30m) through kriging. The refined data was derived with geomorphometric analyses algorithms to calculate slope (steepness), slope direction, plan curvature and profile curvature. In addition to these, a second order derivation was applied to enhance thalweg and divides, which were overlaid on a slope direction presentation, as input for the interpretation of drainage features and structure. The geomorphometric variables were further classified into meaningful intervals to generate nonnumerical maps, widely accepted by agricultural research (like EMBRAPA slope classes, for example), as well as convex/planar/concave curvatures and slope forms, among other qualitative presentations. The proper use of these results require previous comprehension of their calculation, their characteristics and relations with terrain properties, besides the theoretical concepts and methods of derivation and, finally, adequate presentation forms.
%P 72
%@language pt
%9 RPQ
%3 publicacao.pdf


Close